O que é um bom amigo?

girls-1209321_1920

Parece que todos crescemos com a ideia de que os nossos melhores amigos são aqueles que estão sempre presentes, sempre ali do nosso lado. Talvez isso seja algo que venha com a gente desde o tempo de escola – afinal, nós víamos os nossos colegas todos os dias. Chegamos aos vinte e tantos, depois do período de faculdade/curso, e às vezes nos perguntamos para onde todos nossos amigos foram. Fomos abandonados? Será que não dar bom dia todos os dias é realmente um sinal de falta de afeto com você? Será que não ver nossos colegas pelo menos uma vez por semana significa fim da amizade? E esses seus amigos que estão sempre presentes na sexta-feira para uma cerveja? Será que esses são os seus amigos verdadeiros? Se amizade pudesse ser calculada, com certeza não seria uma soma simples, mas sim uma equação cheia de variáveis.

Sendo assim, celebrando o dia deles que está para vir, fiz uma lista de coisas para você pensar (e repensar) sobre seus amigos:

Amigos de verdade estão presente nos tempos bons e nos tempos ruins
É comum ouvirmos para termos cuidado com quem só aparece quando tudo está bom, mas é importante também adicionar o oposto: cuidado com quem só está presente quando tudo está ruim. Existem pessoas tóxicas e invejosas que somem nos momentos de celebração. Portanto, seus amigos verdadeiros irão celebrar com você e te ajudar em tempos difíceis.

…mas isso não significa o tempo inteiro
Todos temos trabalho, estudos, filhos, marido/esposa, projetos… Não estar presente em todos os momentos não significa falta de amizade ou descaso. No entanto, você vai reconhecer um amigo de verdade quando, mesmo distante, ele aparece para te apoiar e te ajudar quando você precisa. Não confunda presença constante/grude com amizade. Mandar GIFs de bom dia com uma rosa e/ou gatinhos diariamente não significa absolutamente nada.

Amigos sabem receber não
Seus amigos respeitam seus próprios limites, e respeitam o seu. Alguém que exige que você aceite tudo o que é pedido, e se você disser um “não” o inferno sobe à Terra ou essa pessoa pára de falar com você por conta disso, preciso dizer que isso não é amizade saudável, e sim uma amizade tóxica e abusiva. E você, sabe dizer não e receber não?

…e eles têm palavra
Uma coisa que você deve prestar atenção em qualquer pessoa são as promessas (e qualquer tipo de acordo/combinado) que são feitas. Pessoas que falam uma coisa e fazem outra não são amigas. Se você não pode confiar na palavra de alguém, você não pode confiar nesse alguém, seja lá para o que for. Mentiras, “bolos” e quebras de promessas constantes são um grande indício de amizade falsa (e de desrespeito com você). Cuidado com amizades que prometem muito, e fazem pouco. Melhor ter uma amizade que promete pouco e cumpre o que fala.

Amigos verdadeiros não vão concordar com você sempre
Eles dão puxão de orelha quando você merece, e a sinceridade é prioridade. Quem sempre concorda com você, não importa o que você faça, está muito provavelmente alimentando comportamentos que você não deveria ter. Às vezes amigos falam coisas que você não quer ouvir, mas é para o seu bem. Eles querem que você melhore como pessoa – e isso sim é cuidar de alguém.

Para marcação de consultas:
psicologapaulamonteiro@gmail.com
(21) 99742-7750

Término de amizade

friends-589830_1280

Todos passamos por um momento em que um amigo se afastou e a amizade deixou de existir. Sentimos tristeza, raiva e ciúmes, especialmente se o ex-amigo começou a andar com outra pessoa.

É curioso como, mesmo tendo esse vínculo todo com alguém (às vezes até maior que um vínculo amoroso), a quebra de uma amizade, no ponto de vista social, não é importante. Dizemos muitas vezes a nós mesmo que não deveria doer tanto. Ligue para alguém para chorar porque rompeu um relacionamento amoroso e receberá compaixão; o mesmo não é tido caso ligue para chorar por causa de uma perda de amizade. É algo cultural: filmes mostram o tempo inteiro o valor do amor romântico, e grande parte das músicas são sobre corações despedaçados ou amor romântico em geral. A amizade vem muito, mas muito atrás.

Apesar de perdas de amizades não incluem diminuição/perda de atividade sexual (pelo menos em geral), o sentimento primário é basicamente o mesmo: “Ele(a) não me quer mais”. Não importa o tipo de relacionamento, não ser mais desejado por alguém dói.

Voltando aos filmes e às idéias (que afetam demais a gente)… A maioria dos filmes passa a idéia de que amizades fortes são eternas. Agora pare e pense quantos ‘melhores amigos’ seus , desde a sua infância (ou desde quando apareceram na sua vida) permancem sendo seus melhores amigos? Quantos desses estão aí por décadas? Eles existem, mas com toda certeza não são os mais comuns.

A verdade é que amizades passam pelos mesmos problemas de relações amorosas: há desentendimentos, decepções, traições, e o efeito do tempo. O tempo faz com que mudemos, e nem sempre essa mudança bate com a mudança do(a) amigo(a), causando afastamento. Precisamos adicionar aqui que, além disso tudo, como a relação amorosa é tão mais valorizada que a de amizade, acabamos muitas vezes não dando o valor devido aos nossos amigos, o que também causa um distanciamento, que, muitas vezes, poderia ser evitado.

Portanto, em relação à amizades perdidas (e sem volta, pelo menos temporariamente) é o caso de aceitação: Aceitar que o tempo passa e que as situações e as pessoas mudam. E quanto às amizades de agora, dê a atenção que elas merecem, e evite perdas desnecessárias.