Fatos importantes sobre a falha

Obviamente, para qualquer pessoa, falhar é ruim. Infelizmente não podemos controlar quando as falhas acontecem, mas podemos controlar como nos sentimos com o acontecimento. O que precisamos manter em mente quando falhamos é que a falha afeta nossos pensamentos, sentimentos e o nosso comportamento. Então vamos a alguns fatos importantes sobre a falha:

A pressão para se sair bem causa mais dano do que benefício:
Quando você se pressiona muito para se sair bem em uma tarefa, você se atrapalha. Já percebeu que as vezes treinamos e treinamos para algo, nos saímos bem, e na hora H falhamos? Quando nosso cérebro tenta corrigir uma tarefa que geralmente já fazemos bem feita, nosso cérebro mais atrapalha que ajuda. Isto é, pensar demais atrapalha, assim como pensar de menos. Para ignorar correções onde não precisa corrigir, tente assoviar ou cantarolar. O assovio faz com que menos informação venha e você não se atrapalhe com o cérebro “falando” o tempo todo.

Força de vontade é como um músculo: precisa de alimento e descanso:O cérebro precisa de repouso. Se você usar em demasia, não funcionará perfeitamente. Assim como precisa de alimento (glucose) para funcionar. Se não alimentarmos nosso cérebro com glucose, ele começa a falhar, fazendo com que nossas funções cognitivas (como atenção e raciocínio) diminuam. Portanto, alimente-se bem e descanse para melhores resultados.

Falhas fazem com que você veja o seu objetivo como mais difícil e faz você acreditar que suas habilidades são menores do que elas são de verdade. Veja que eu escrevi acreditar e ver. Suas habilidades continuam as mesmas (apesar de você poder muito bem se auto-sabotar) e seu objetivo continua exatamente o mesmo.

A falha pode criar uma sensação de impotência: falhar machuca o seu “ego”, e automaticamente não queremos falhar de novo, então evitamos de todas as maneiras repetir o mesmo ato, com a desculpa de que não somos capazes de conseguirmos. Quando impedimos nós mesmos de falharmos novamente, impedimos ao mesmo tempo que tenhamos sucesso.

Seu medo de falhar pode te auto-sabotar: Muitas vezes quando temos medo de algo, acabamos nos colocando em uma situação que falhamos automaticamente. Por exemplo: Uma pessoa que tem medo de provas pode arranjar desculpas para não estudar, como criar um problema psicossomático (dor de cabeça, dor de barriga…) ou se ocupar de uma outra forma em que tenha uma desculpa para não estudar para a prova. Então, quando essa prova é dada, sua auto-sabotagem cria uma desculpa para não reconhecer a nota baixa como falha, mas essa pessoa poderia muito bem ter se dado a chance e estudado, e ter tirado uma boa nota, caso não se auto-sabotasse.

Quando falhar, tente focar nas variáveis que você pode controlar. Disseque um problema e veja o que você pode mudar nele. Saber que está em controle diminui a sensação de impotência quando uma falha aparece. Somente depois de focar e consertar todos os pontos que você tem controle vá para os pontos que você não têm e pense como pode obter controle sobre eles.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s